Mixtape #24 – Ska Ska Ska… Pick It Up

6 de agosto de 2018

Nos últimos dias acabei me aprofundando bastante no assunto ska. Primeiro escrevi sobre o filme The Harder They Come para a coluna Ouvi no Filme no Blog n’Roll. Depois, assisti o ótimo programa do Luiz Thunderbird sobre a música jamaicana.

Então, eu precisava criar uma playlist com bandas de ska. No entanto, escolhi apenas artistas que foram influenciados pela música jamaicana. Enfim, essa mixtape é meu olhar sobre como o estilo se espalhou pelo mundo. Ficou faltando ainda muita coisa, mas fica para a próxima.


Madness – One Step Beyond

Escolhi essa música por conta do discurso no começo da faixa. Além de ser aqueles instrumentais para aquecer o “baile” e começar a dançar. Madness tem uma linha de metais incrível e é difícil ficar parado. Uma das melhores bandas de two-tone.

Rancid – Daly City Train

Outra faixa para continuar o baile é Daly City Train. Uma das coisas que mais me frustou no show que vi no Lollapalooza Brasil é que eles tocaram poucas músicas com influência de ska. E também deixaram de tocar esse petardo do …And Out Comes The Wolves (1995).

Abraskadabra – Let It Die

Abraskadabra é uma das minhas bandas brasileiras favoritas que são influenciados por ska. Neste caso, é mais um “third wave ska”, misturado com ska-core. Mas não deixa de ser incrível e Let It Die é um ótimo exemplo.

Los Hermanos – Quem Sabe

Antes de virar uma banda queridinha do pessoal de humanas – e eu me incluo nessa – o Los Hermanos fez um excelente disco de ska. Sim, o primeiro álbum deles tem músicas incríveis influenciadas pelo ritmo jamaicano. Bom, apesar de ser bem dor de cotovelo, Quem Sabe é uma faixa incrível.

Bruce Lee Band – Occupy the Love

Em 2014, eu pirei bastante com o disco Everything Will Be Alright, My Friend do Bruce Lee Band. É um trabalho incrível e gostoso de ouvir. O mais engraçado que é uma banda de ska com integrantes de descendência oriental que nasceram nos Estados Unidos. Enfim, é um estilo universal.

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana – Deixa a Gira Girá

Orquestra Brasileira de Música Jamaicana – ou apenas OBMJ – é um dos projetos mais legais influenciados por ska, reggae e rocksteady que é feito no Brasil. Eles adaptam músicas populares brasileiras para o estilo jamaicano e o resultado é genial.

Bad Manners – Ne-Ne, Na-Na, Na-Na, Nu-Nu

Confesso que conheci essa música do Bad Manners por conta do programa do Thunderbird. Mas ela é tão incrível. Outra canção para aquecer o baile, começar a dançar e apenas se divertir. Ás vezes, um instrumental me construído é o que precisa para uma boa música.

The Specials – Concrete Jungle

Outro ícone do two-tone ska. Concrete Jungle é uma das minhas músicas favoritas de toda a vida. Acho incrível a bateria e a guitarra que acompanha ela. Apesar de ser um tema mais sério, já me divertindo muito ouvindo e dançando com essa música.

The Interrupters – Title Holder

O melhor representando do ska na atualidade. É difícil ouvir The Interrupters e não ficar com vontade de dançar por conta da energia da música. Title Holder é um ótimo exemplo disso. Alias, praticamente todas as canções da banda segue esse espirito.

Operation Ivy – Bankshot

Mais um instrumental de ska que eu acho incrível. Como eu disse antes, não precisa de uma letra muito complexa para fazer canções sensacionais. Bankshot é curta, mas passa uma sensação muito legal ao ouvir.

The Bombers – Smiling

Eu já conhecia um pouquinho de ska quando conheci o The Bombers. E acho que por causa deles, eu conheci o Rancid. Curioso né? Enfim, Smiling é uma das músicas que fala comigo de uma forma que não sei explicar. Talvez por ter vivido na mesma realidade dos integrantes e entender muitas referências.

The Clash – Revolution Rock

Se tem um disco que me fez querer conhecer a música jamaicana foi o London Calling (1979) do The Clash. Revolution Rock e Guns Of Brixton são incríveis e me fizeram conhecer esse ritmo diferente que era o ska e o reggae. Foi difícil escolher uma, mas Revolution Rock é uma excelente faixa para encerrar um baile.


Comentários

O Mundo Sem Joey - Comentários